Sobre Ciclos


Depois de labutar durante milhares de horas num projecto, é sempre com alívio que se retira essa pedra do saco que carregamos às costas.

Um pouco mais leves, nada mais.

Existe uma envergonhada (porque quase imodesta) alegria, porém logo asfixiada pelo dominante alívio.

A tranquilidade de saber que ao menos aquela ideia, aquela história em embrião, não caiu no abismo das coisas perdidas. E como é grande esse precipício.

Aquela sobreviveu. Suspiremos.

Em breve, novas coisas entrarão pela janela, assim a mantenhamos aberta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.